Gus G recebeu convite para teste no Megadeth antes de Kiko Loureiro

Gus G. conversou com o The Chuck Shutte Podcast, onde ele contou ter recebido um convite para se juntar ao Megadeth antes de Kiko Loureiro assumir o posto. Ele disse:

Recebi ofertas para… Na verdade, nunca contei a ninguém – na imprensa, pelo menos. Recebi ofertas para fazer testes para outras bandas e outras coisas – não para entrar, mas para fazer um teste – mas não fiz isso. Durante meu tempo com Ozzy , na verdade, o Megadeth entrou em contato [no início de 2015]. Ozzy e eles estavam procurando por alguém. E eu disse: ‘Bem, eu realmente não posso deixar Ozzy por isso’, mesmo sendo um grande fã do Megadeth. Naquela época, eles estavam procurando guitarristas, e duas semanas depois, Kiko Loureiro estava na banda. E Kiko era um amigo meu; nós nos conhecemos. Sua antiga banda Angra e Firewind fizeram turnê juntos, então eu o conhecia e achei que ele se encaixava muito bem. E em 2019 – quem mais? Machine Head me pediu para fazer um teste uma vez.

Não tenho certeza se fui realmente feito para ser o tipo de cara contratado. Estou gostando de dar minhas próprias ordens, eu acho. São dois mundos diferentes fazendo essas coisas. Quero dizer, fazendo suas próprias coisas, é claro, envolvem muitos riscos – financeiros, é claro, porque você não sabe se as coisas vão dar certo. Você tem que organizar passeios e ter que investir seu próprio capital para fazer as coisas, para conseguir as coisas estão acontecendo. E você não sabe se vai dar certo, se as pessoas vão gostar. Então é muito competitivo, é claro, lá fora, especialmente hoje em dia. E então, é claro, ser um pistoleiro contratado por uma banda, você não precisa se preocupar com nada disso. Mas, é claro, você também é descartável.

Abaixo, você pode ver Gus G tocando o solo da música” Tornado of Souls” do Megadeth.

Marcio Machado

Formado em História pela Universidade Estadual de Minas Gerais. Fundador e editor do Confere Só, que começou como um perfil do instagram em 2020, para em 2022 se expandir para um site. Ouvinte de rock/metal desde os 15 anos, nunca foi suficiente só ouvir aquela música, mas era preciso debater sobre, destrinchar a obra, daí surgiu a vontade de escrever que foi crescendo e chegando a lugares como o Whiplash, Headbangers Brasil, Headbangers News, 80 Minutos, Gaveta de Bagunças e outros, até ter sua própria casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.