Morre James Kottak, ex-baterista do Scorpions, aos 61 anos

O baterista James Kottak, conhecido por integrar o Scorpions, faleceu aos 61 anos. A informação foi dada pelo site Metal Sludge. Ele havia passado pelo Kingdom Come, banda que no final dos anos 1980 fez algum sucesso, trazendo influências do Led Zeppelin.

O veterano baterista também integrou bandas como o Warrant e foi o baterista de Dio durante algum tempo. A causa da morte não foi divulgada. James enfrentou problemas com o alcoolismo no passado e em 2023 deu uma entrevista ao Tulsa Music Stream, quando falou sobre o período:

“Tive algumas crises de bebida ao longo dos anos. Mas o que as pessoas não sabem são todos os anos em que estive sóbrio. 2008 a 2011. E aqui um ano, e ali um ano. Passei muito tempo sem beber. E então tive meus momentos em que Eu bebi. E isso não significa que estou caindo bêbado, andando com uma garrafa pela casa.”

Depois que foi demitido do Scorpions em 2016, James passou a tornar pública o seu posicionamento político, extremamente conservador e até mesmo com viés racista, como em uma publicação no X, antigo Twitter, quando ele deu a seguinte declaração:

“Você sabe que estou farto de todos os outros comerciais com casais inter-raciais… isso não é realidade. É Hollywood enfiando isso na nossa garganta. Não tenho um amigo ou amigos que moram nesta categoria…só dizendo.”

James foi casado com Athena Lee, irmã mais nova de Tommy Lee, baterista do Motley Crüe. Eles tiveram um filho. O casamento terminou no ano de 1997.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.