Joey Belladonna diz “não esquecer” ter sido demitido do Anthrax

Ser demitido uma vez da sua banda, não é algo fácil de se superar. Imagina, duas vezes! Foi o que aconteceu a Joey Belladona, tendo sido demitido duas vezes do Anthrax.

Em entrevista a “The Chuck Shute Podcast”, ele foi questionado se ele considera seu companheiros de banda amigos ou se é somente uma relação comercial. Ele disse:

Hum, não necessariamente. Quer dizer, olha, tudo que você faz em uma banda, eu quero que seja divertido. Eu quero estar lá todos os dias, acordar todos os dias e não andar em cascas de ovo e sinto que as pessoas realmente não estão olhando para você da maneira errada. Isso fede. Eu sei que todo mundo tem suas próprias individualidades agora; todos eles trilham seu próprio caminho de sucesso individualmente, o que – quero dizer, eu faço minhas próprias coisas, mas eu realmente não me importo tanto assim. Mas também há um momento em que, se você estiver no time, você quer que o outro cara faça a parte dele e sinta que ele fez muito por você também da mesma forma e ajuda você a seguir em frente, sem ficar tipo, ‘Eh, tanto faz. É apenas parte do que fazemos.’ Eu não quero que seja assim. Eu odeio isso. Eu odeio aquela parte em que estamos, tipo, ‘Devemos continuar porque é a única coisa que temos.’ Mas somos uma banda unida e que funciona muito bem. E por que não? Encontre um jeito. Descubra. Tente fazer algo que seja duradouro e aproveite o que você tem e entenda que esta é uma ótima situação para se estar onde você tem quatro em cada cinco pessoas que são realmente capazes de fazer tudo o que podem fazer musicalmente e ao vivo. É muito bom. Quero dizer, até mesmo as coisas novas do Anthrax em que estamos trabalhando agora, sem nem mesmo realmente descrevendo-o, é o melhor que existe. Realmente é.”

Sobre as duas demissões, ele fala:

Sim, parece podre. Não sei o que dizer. Cada vez que digo algo assim, é sempre uma vibração amarga, amarga, mas é a verdade, você entende o que quero dizer? O que mais devo dizer? Quer dizer, existe uma história melhor? Eu gostaria de ter uma. Não tenho.”

Joey foi perguntado se existe ressentimento devido as suas demissões e ele respondeu:

Eu não esqueço. Não posso esquecer. Eu continuo com isso. Tenho feito isso – como Há quanto tempo estou de volta à banda? 11, 12, 13 anos agora, ainda por cima. As coisas estão bem, mas quer saber? É como qualquer outra coisa – ainda está lá. E acho que todo mundo está tentando seja sincero, e espero que eles sejam sinceros. Não preciso de muitos tapinhas nas costas porque faço minhas coisas. É uma pena que eu senti que não cumpri o sonho que existia. É como , o que devo fazer? Achei que estava indo muito bem.

“Eu sei que às vezes, quando você vê isso mais tarde no retrocesso, você pensa: ‘Ah, lá vamos nós de novo.’ É tipo, bem, quer saber? A história está aí. Não podemos nos esconder dela.Está aí. Só estou dizendo que estamos navegando. Estamos fazendo o nosso trabalho. Tudo está acima e além de nossas expectativas agora. Ainda temos espaço para melhorar e talvez aproximá-lo de um melhor coisa em vez de ser apenas um negócio de individualidade, uma porcaria de trabalho. Caso contrário, não é divertido. É ótimo quando você vai lá. Você esquece por, o quê? Uma hora e meia. Mas então você volta ao mesmo velho, ‘Aí está de novo.’ Eu odeio isso. Mas o resto deveria ser muito melhor – muito melhor – se você quiser que funcione.

Eu sei que quando as pessoas vão trabalhar, elas não se importam com as pessoas para quem trabalham e têm que passar por isso, mas você pode pedir demissão se quiser. É, tipo, bem, por que não? Quero que os fãs fiquem felizes. Acho que os fãs merecem uma boa banda que éramos e o que fazemos para deixar as pessoas felizes e ouvir a boa música que fazemos. Mas ao mesmo tempo , eu mereci. Eu deveria poder estar lá. Então, por que não deveria? Mas, ao mesmo tempo, ainda estou procurando opções maiores e melhores conosco para torná-lo melhor. E é isso que eu diria — fora ficar sentado aí e fazer uma grande vingança… não sou vingativo, obviamente poderia ter sido muito pior, ou poderia ter sido uma situação muito mais desfavorável no final, que eu não vivo assim … Eu tento não viver assim. Tentamos abrir nossos corações para tudo o que podemos fazer como banda.”

O Anthrax é uma das atrações confirmadas para o Summer Breeze segunda edição que acontece em 2024, em São Paulo no mês de abril.

Marcio Machado

Formado em História pela Universidade Estadual de Minas Gerais. Fundador e editor do Confere Só, que começou como um perfil do instagram em 2020, para em 2022 se expandir para um site. Ouvinte de rock/metal desde os 15 anos, nunca foi suficiente só ouvir aquela música, mas era preciso debater sobre, destrinchar a obra, daí surgiu a vontade de escrever que foi crescendo e chegando a lugares como o Whiplash, Headbangers Brasil, Headbangers News, 80 Minutos, Gaveta de Bagunças e outros, até ter sua própria casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.