Como aconteceu o encontro entre o Iron Maiden e o Bruce Dickinson

Existem casamentos que são realmente perfeitos, e na música não é diferente. Como aconteceu o encontro entre o Iron Maiden e o Bruce Dickinson, um dos maiores casamentos do heavy metal?

Paul Di’Anno foi o vocalista por dois discos, “Iron Maiden de 1980 e “Killers” de 1981, mas após isso, as coisas não estavam indo bem.

Em entrevista em 1981 (via UCR ), Steve Harris alegou haver uma mudança nas intenções futuras da banda:

“Os dois primeiros álbuns foram as músicas que foram escritas durante o período de quatro anos antes de assinarmos. Acho que provavelmente se deve mais às músicas do que à voz de Paul, realmente. Achei que Paul tinha uma voz muito boa, mas não havia como continuarmos com Paul porque ele não queria fazer turnê e tal de qualquer maneira. 

Tivemos que fazer uma mudança. Se não fizéssemos uma mudança, acho que talvez a banda tivesse se separado ou algo assim. Não acho que o Maiden ainda estaria aqui se tivéssemos ficado com Paul.”

Já o próprio Paul deu uma versão diferente do acontecido em entrevista a Metal Hammer em 2022:

“Eu não os culpo por se livrarem de mim. Obviamente, a banda era o bebê de Steve, mas eu gostaria de poder contribuir mais. Depois de um tempo isso me desanimou. No final, eu não conseguia mais dar 100 por cento ao Maiden e isso não era justo com a banda, com os fãs ou comigo mesmo.”

Enquanto isso, Bruce Bruce, como Dickinson era conhecido na época, atuava a frente do Samson, e o Iron Maiden era a banda de abertura quando Rod Smallwood foi ao encontro do vocalista :

No meio de uma clareira, cercado por chalés de hospitalidade e barracas de cerveja, havia um único mastro grande, com luzes brancas brilhantes no topo. Eu estava em um canto de uma barraca de cerveja quando Rod Smallwood se aproximou de mim dizendo: ‘Vamos para algum lugar tranquilo onde podemos conversar. Saímos e ficamos parados, iluminados para todo o mundo ver, sob o poste no meio da área dos bastidores. Tive certeza de que ele estava planejando alguma coisa“, escreve Dickinson em What Does This Button Do , sua autobiografia de 2017.

Bruce aceitou o convite de um teste para o Iron Maiden, em 26 de setembro de 1981, Dickinson se juntou oficialmente a Donzela. Em Bolonha, Itália, um mês depois), ele fez sua estreia nos palcos com o grupo de metal.

Naquela noite, o Maiden tocou um set de 17 músicas. Abaixo, o teste:

Marcio Machado

Formado em História pela Universidade Estadual de Minas Gerais. Fundador e editor do Confere Só, que começou como um perfil do instagram em 2020, para em 2022 se expandir para um site. Ouvinte de rock/metal desde os 15 anos, nunca foi suficiente só ouvir aquela música, mas era preciso debater sobre, destrinchar a obra, daí surgiu a vontade de escrever que foi crescendo e chegando a lugares como o Whiplash, Headbangers Brasil, Headbangers News, 80 Minutos, Gaveta de Bagunças e outros, até ter sua própria casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *