Dave Evans, vocalista original do AC/DC diz que “não se surpreendeu” com morte de Bon Scott: “era um alcoólatra”

Dave Evans, o vocalista original do AC/DC, conversou com Guarda Volume do Brasil, onde ele falou não ter ficado surpreso com a morte de Bon Scott. Ele também falou sobre seu término com a banda:

Éramos muito jovens – éramos todos muito, muito jovens. E nossas ambições eram para sempre. Eu não disse, ‘Oh , eu estarei em uma banda.’ Não. Eu tive toda a minha carreira, toda a minha vida para cantar. Canto desde que me lembro. Não vai parar por causa de uma banda com a qual estive, da qual me separei. Estive em bandas antes do AC/DC, é claro. Eu estava com bandas antes do AC/DC. Eu me separei. VELVET UNDERGROUND [não confundir com o grupo de Lou Reed] Eu estava com uma banda top. AC/DC , Ok, continuei. Rabbit, minha própria carreira. Nunca pensei em me separar ou parar de cantar. Era apenas mais uma banda com a qual eu estava, mas uma banda de muito sucesso. Tínhamos um disco de sucesso, ‘ Can I Sit Next To You Girl’ foi eleito o melhor álbum australiano de grupo do ano. O primeiro. Ótimo. Fantástico. Foi um disco de sucesso. E ter uma banda jovem, primeiro disco, contra todas as outras bandas da Austrália, eleito o melhor disco de grupo australiano do ano. Isso foi fantástico. Mas houve diferentes razões pelas quais eu me separei da banda, principalmente porque não recebia nenhum dinheiro.

 O empresário era o terceiro empresário naquela época. Não recebíamos pelos shows e estávamos fazendo os maiores shows da Austrália. A Sydney Opera House, a famosa Sydney Opera House, o Hordern Pavilion em Sydney, Festival Hall em Melbourne, todos os shows. Onde está o dinheiro? Mostre-me o dinheiro. Sem dinheiro. Fizemos uma turnê com Lou Reed dos EUA. Tocamos nos maiores locais, com ingressos esgotados – todos esgotados. Que tal algum dinheiro “Sem dinheiro. Então, no final das contas, eu não pude ficar com a banda, porque estava pagando meu carro em Sydney, pagando meu carro, meu apartamento, e estou trabalhando duro. Então tivemos um pouco de dificuldade. Nos reunimos uma noite e tomamos algumas bebidas e outras coisas. E o gerente estava lá. E ele estava ganhando dinheiro porque estava tirando dinheiro do topo. O resto do dinheiro, não sei o que aconteceu com ele. Nós não tinhamos nenhum. Então, o gerente, lindo cabelo novo com permanente, jeans novos, calça boca de sino, valise de couro, voando pelo país, nós em caminhões. Ele tinha o dinheiro. Nós não tínhamos dinheiro. Então, eu disse a ele , ‘O que está acontecendo aqui?’ Eu o confrontei. Estávamos todos reclamando sobre isso. E ele se levantou e falou comigo. Então eu me levantei e bati, derrubei-o. E os outros garotos me pegaram e me tiraram do gerente. Então foi decidido que quando a turnê em que estávamos terminasse isso teria que ser resolvido. Isso tinha que ser resolvido. Eu disse: ‘Se não for pago, não vou sair em turnê novamente.’ Então eu disse: ‘Não vou’. Quem iria? Eu não sou estúpido. Então, no final da turnê, nenhuma resolução. Eles não iam me dar o que eu queria. Então me separei da banda. Eu disse: ‘Bem, é isso.’ Eu disse: ‘Ok. Até mais.’ Eu não ia aceitar.

Elaborando suas razões para abandonar o AC/DCEvans disse:

“É como qualquer trabalho. Se você é carpinteiro, professor ou algo assim, e eles não pagam, o que você vai fazer? ‘Ah, ta tudo bem.’ Não. Como você vai alimentar seus filhos? Não tenho filhos, para mim, mas se você tivesse filhos, como você alimentaria seus filhos? Como você pagaria seu carro? Você não pode. E você está trabalhando duro. Malcolm e Angus Young moravam em casa com os pais. Eles moravam em casa com os pais. Eles não precisavam pagar nada. Eu paguei. Eu tinha meu apartamento em Sydney, então tive que pagar. Caso contrário Eu ia perdê-lo. Meu carro, eles viriam e o levariam embora. Mas Malcolm e Angus, eles não tinham carro. E moravam em casa com os pais. Então, isso não importava muito para eles, mas isso era importante para mim. E eu não aceitaria. Então me defendi.”

Sobre Scott que o substituiu, Dave disse:

Pobre Bon Scott. Bon Scott se juntou à banda e passou por muita merda também. E acabou morto. Ele estava trabalhando, trabalhando, trabalhando, trabalhando, trabalhando, trabalhando. E ele estava deprimido, triste. Ele parecia feliz, porque estava bêbado o tempo todo. Bon Scott bebia o tempo todo . Alcoólatra. Você vê fotos de Bon Scott , ele sempre tem uma garrafa ou uma bebida o tempo todo. Triste … Triste. Mas isso o matou no final. Mas ele estava passando por um inferno também com a banda.”

“Falei com Bon Scott depois que ele entrou no [ AC/DC ]”, revelou Evans . “Tivemos uma conversa particular sobre coisas, que permanecerão privadas. E então, quando descobri o que aconteceu com Bon Scott , quando li sobre isso, e falei com a esposa dele sobre isso também – vi a esposa dele que me contou o que aconteceu e outras coisas – não fiquei surpreso. Não fiquei surpreso.”

Dave gravou os dois primeiros singles do AC/DC, “Can I Sit Next To You Girl” e “Baby, Please Don’t Go”. Mas em outubro de 1974, menos de um ano após o primeiro show do AC/DC, Evans estava fora da banda. Ele foi substituído por Scott, que cantou nos primeiros seis álbuns de estúdio do AC/DC e se tornou uma lenda após sua morte em 1980.

Marcio Machado

Formado em História pela Universidade Estadual de Minas Gerais. Fundador e editor do Confere Só, que começou como um perfil do instagram em 2020, para em 2022 se expandir para um site. Ouvinte de rock/metal desde os 15 anos, nunca foi suficiente só ouvir aquela música, mas era preciso debater sobre, destrinchar a obra, daí surgiu a vontade de escrever que foi crescendo e chegando a lugares como o Whiplash, Headbangers Brasil, Headbangers News, 80 Minutos, Gaveta de Bagunças e outros, até ter sua própria casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.