Dave Lombardo diz “não entender” porque o Slayer foi acusado de ser nazista

Dave Lombardo, o ex baterista do Slayer, conversou com o Bravewords, conde ele foi questionado sobre o período em que “Angel of Death” foi lançado e a banda foi acusada de ser nazista. Ele foi perguntado se ele conseguiu entender o motivo do apontamento, onde respondeu:

 “Não consegui de jeito nenhum. As pessoas pareciam estar entendendo tudo errado e isso não fazia sentido para mim; é uma música, e em nenhum lugar ela transmitiu essa ideia de que o fascismo era legal. Tom estava falando sobre um cara que fazia cirurgias horríveis em pessoas inocentes – coisas realmente estúpidas e horríveis. Você não deveria precisar ler a letra para entender que não estávamos tolerando essas coisas.”

Lombardo foi perguntado na mesma entrevista se existia uma rivalidade no auge do thrash metal entre as bandas que carregavam as bandeiras do estilo. Ele disse:

 “Uma rivalidade amigável. Estávamos competindo, mas não de forma negativa. Queríamos ser os melhores, queríamos ser os mais pesados, os mais rápidos. Então nossos rivais eram qualquer banda que abrisse para nós – nós pensávamos, ‘Vamos acabar com eles!’ Não consigo pensar em nenhuma banda com a qual tivemos um relacionamento realmente negativo.”

Angel of Death” é a faixa de abertura do poderoso “Raining Blood” e trata de um dos seres mais desgraçados e repugnantes que existiram na história da humanidade, Josef Mengele, médico nazista que era conhecido como “Anjo da Morte”. Porém, a música conta os experimentos pavoroso que eram feitos pelo citado, como injeção de ácido para mudança de cor dos olhos, e era ele também quem seleciona em Auschwitz reféns judeus que não eram mais capazes de trabalhar ou com doenças letais, e os assassinada com injeções letais ou em câmaras de gás, além de fazer outros experimentos, daí seu apelido.

Marcio Machado

Formado em História pela Universidade Estadual de Minas Gerais. Fundador e editor do Confere Só, que começou como um perfil do instagram em 2020, para em 2022 se expandir para um site. Ouvinte de rock/metal desde os 15 anos, nunca foi suficiente só ouvir aquela música, mas era preciso debater sobre, destrinchar a obra, daí surgiu a vontade de escrever que foi crescendo e chegando a lugares como o Whiplash, Headbangers Brasil, Headbangers News, 80 Minutos, Gaveta de Bagunças e outros, até ter sua própria casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.