James Hetfield: frontman testou positivo para COVID-19 e Metallica precisa adiar show nos EUA

O frontman do Metallica, James Hetfield testou positivo para COVID-19 neste sábado a banda se viu obrigada a reagendar para o próximo sábado (9) a apresentação que aconteceria neste domingo, 3, em Glendale, no Arizona. A banda se posicionou em suas redes sociais sobre o caso.

“Lamentamos informar que a data agendada para amanhã do M72 no State Farm Stadium foi adiada. Estamos extremamente decepcionados e lamentamos qualquer inconveniente que isso tenha causado a você; estamos ansiosos para retornar para completar o M72 No Repeat Weekend em Glendale no próximo sábado.”

O Metallica já havia se apresentado na mesma cidade na noite de sexta. O show teve o setlist encurtado, ficaram de fora as músicas “The Day That Never Comes” e “Master of Puppets“. Em um primeiro momento, não ficou bem explicado o porquê de as duas faixas terem sido limadas subitamente do show, mas com o diagnóstico do vocalista, tudo se esclareceu. Segundo relatos da Loudwire, a voz de James teria falhado enquanto ele cantava “Fuel“.

O Metallica está em turnê de divulgação de seu mais recente álbum, “72 Seasons“. Agora os membros vão precisar fazer uma pausa forçada de no mínimo, uma semana, para pela recuperação de seu vocalista/ guitarrista e assim voltar a cair na estrada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.