Nanu Villalba, ex baterista da Nervosa, anuncia fim da carreira musical

Nanu Villalba, ex baterista da Nervosa, anunciou o fim da sua carreira musical.

Em um post no seu Instagram, ela escreveu:

“ADEUS, MÚSICA

Aos 16 anos decidi dar vazão aos meus sonhos musicais e começar a tocar bateria. O que começou como um simples hobby se transformou em uma paixão, me levando a viver experiências inesquecíveis. Aos 24 anos, posso dizer com segurança que realizei todos os sonhos da adolescência: o apoio das minhas marcas favoritas (Tama, Zildjian, Vic Firth e Evans), ganhei a vida tocando bateria e tive a oportunidade de fazer uma turnê pela Europa e pela América Latina com uma banda [Nervosa] – eu consegui tudo!

2023 tem sido um professor incansável, guiando-me desde a migração para a Europa até à aprendizagem de uma nova língua. Portugal deu-me uma nova perspectiva, impulsionando-me a explorar um caminho diferente. Hoje encerro um dos capítulos mais vibrantes da minha vida.

Gostaria de agradecer a cada um de vocês que fez parte da minha jornada de 7 anos, seja com um simples ‘like’ ou compartilhando meus vídeos. Agradecimentos especiais às marcas que confiaram em mim para representá-las. E sou eternamente grata por todos os altos e baixos da minha carreira que me transformaram na pessoa que sou hoje. OBRIGADO

Mas, espere! Isto não é uma despedida da minha presença nas redes sociais. Continuarei aparecendo aqui para compartilhar alguns dos conhecimentos que adquiri nesses últimos anos que possam ser do seu interesse.”

Nanu deixou a Nervosa há quase um ano atrás, e posteriormente, ela alegou ter sido enganada financeiramente pela banda. Todos os post relacionados a música foram apagados da conta.

Marcio Machado

Formado em História pela Universidade Estadual de Minas Gerais. Fundador e editor do Confere Só, que começou como um perfil do instagram em 2020, para em 2022 se expandir para um site. Ouvinte de rock/metal desde os 15 anos, nunca foi suficiente só ouvir aquela música, mas era preciso debater sobre, destrinchar a obra, daí surgiu a vontade de escrever que foi crescendo e chegando a lugares como o Whiplash, Headbangers Brasil, Headbangers News, 80 Minutos, Gaveta de Bagunças e outros, até ter sua própria casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.