Shaman: 20 anos do CD/DVD “RituAlive”

Em algum dia do ano de 2003, o Shaman lançava “RituAlive“, o primeiro e único álbum ao vivo da banda capitaneada por Andre Matos, Luis Mariutti e Ricardo Confessori, que haviam deixado o Angra. A obra foi lançada em CD e DVD e é o tema do nosso bate-papo hoje por aqui.

O Shaman colhia os frutos do seu álbum de estreia, o poderoso “Ritual“, lançado um ano antes. A banda carregava consigo um grande feito, que foi o de emplacar uma música como tema de novela da TV Globo. “Fairy Tale” foi a música que fez uma banda de Heavy Metal figurar pela primeira vez em uma novela da maior emissora de TV do Brasil e uma das quatro maiores do mundo (N. do R: você pode desatar a Globo, mas não pode negar este fato). A novela em questão era “O Beijo do Vampiro“. E o curioso é que esta faixa chegou a ser apresentada aos membros do Angra para o álbum “Fireworks“, mas foi vetada.

O local escolhido para o registro do show foi o Credicard Hall, que hoje ainda existe, mas atende pelo nome de Vibra, localizado em Santo Amaro, região sul de São Paulo. E recheado de participações especiais: Tobias Sammet reeditou sua participação, quando gravou a versão de estúdio para a música “Pride“, quando fez um belo dueto com Andre Matos; Sacha Paeth também participou, tocando guitarra nas músicas “Sign of the Cross” (cover do Avantasia) e “Pride“; Andi Deris e Michael Weikath participaram, cantando e tocando guitarra, respectivamente, em “Eagle Fly Free“, grande clássico do Helloween, que os brasileiros prestaram uma justa homenagem. O show foi realizado no dia 5 de abril de 2003.

Apesar de ter sido lançado tanto em DVD quanto em CD, há diferenças na quantidade de músicas de cada verão: no CD, ficaram de fora os covers do Angra para “Lisbon” e “Lasting Child“, além dos solos de guitarra, bateria e piano. A ordem da música é praticamente idêntica à do álbum de estreia, “Ritual“, tendo a já citada versão para “Sign of the Cross“, do Avantasia, vindo antes de “Pride”, certamente para que Tobias Sammet ficasse no palco para cantar em ambas as canções.

Nosso aniversariante tem a sua importância por ser o único registro ao vivo do Shaman e embora as músicas contidas aqui sejam as únicas que a banda possuía até aquele momento, são as mais relevantes que o quarteto compôs. Depois a banda lançaria “Reason“, um álbum não tão bem recebido por todos, passou por uma reconstrução depois que Andre e os irmãos Mariutti saíram e anos depois a banda retornou com a formação original, até a perda trágica de Andre, que foi substituído pelo talentoso Alírio Neto, mas já não tinha mais a mesma magia de quando começou. E depois o baterista quase conseguiu destruir a reputação da banda, quando fez comentários extremamente preconceituosos, típicos de quem apoia o inelegível, que brincou de ser presidente da República nos últimos 4 anos.

Portanto, hoje é dia de celebrar esse álbum dotado de uma riqueza ímpar. Vamos escutá-lo no volume máximo enquanto bradamos aquela célebre frase que é sempre dita por aqui: eu ouço gente morta!

RituAlive – Shaman

Data de lançamento – 2003

Gravadora – Universal

Faixas:

01 – Ancient Winds

02 – Here I Am

03 – Distant Thunder

04 – For Tomorrow

05 – Time Will Come 

06 – Over Your Head

07 – Fairy Tale 

08 – Blind Spell 

09 – Ritual

10 – Sign of the Cross

11 – Pride

12 – Eagle Fly Free

13 – Carry On

Formação:

Andre Matos – vocal

Luis Mariutti – baixo

Hugo Mariutti – guitarra

Ricardo Confessori – bateria

Fabio Ribeiro – teclado

Participações especiais:

Tobias Sammet – vocal

Andi Deris – vocal

Sascha Paeth – guitarra

Michael Weikath – guitarra

Marcus Viana – violino

George Mouzalek – darbuka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.