James Hetfield diz que suas guitarras são “seu canal de poder superior”

James Hetfield, o frontman do Metallica, falou em uma aparição no novo episódio do The Metallica Report”, sobre o seu livro sobre guitarras, intitulado, “Messengers: The Guitars Of James Hetfield”:

“Ter contatos, conexões e pessoas disponíveis para ajudar a criar formas de arte para mim que estão fora da música… [Eu] fiz meu livro de carro [ ‘Reclaimed Rust’ ], então fazer um livro de guitarra foi a próxima coisa. E eu já tinha isso em mente, quando estávamos fazendo o livro de carro e do jeito que filmamos os carros, ‘Reclaimed Rust ‘ trouxe para mim uma ideia de: ‘Ei, eu tenho todas essas coisas guardadas na minha garagem. Por que não posso compartilhá-las com o mundo ou tê-las em um livro para eu poder olhar e folhear? facilmente sem ter que abrir as portas da garagem ou abrir o case da guitarra para olhar essas guitarras?’ Então coloquei todas essas guitarras em um livro onde eu possa abri-lo e acessá-lo facilmente.”

Quanto ao título da obra, Hetfield diz:

 “Eu tinha tantos títulos diferentes para ele. E ‘Messengers’ simplesmente fazia sentido. Minha guitarras são o poder superior através do meu corpo, através da minha digestão, meu cérebro, meus dedos na guitarra, através de um amplificador em seus ouvidos. É um link. É uma espécie de mensageiro. E todas as guitarras que colecionei ao longo dos anos, especialmente todos os primeiros, os primeiros 10 anos de guitarras – do OGV ao So What, ao So Fucking What e Eet Fuk e todas as guitarras que têm nome. Todas elas têm nome, é claro. O mesmo acontece com todos os carros. Então, fazer um livro de guitarra – fantástico.”

James Hetfield falou ainda sobre um dia de autógrafos do livro:

“Bem, foi uma sensação boa. Foi uma sensação boa. As pessoas foram capazes de expressar sua gratidão e eu fui capaz de retribuir. Então foi uma coisa boa, boa e sincera. Ver várias gerações lá é sempre legal .

Nunca fui a shows com meus pais. Meu irmão mais velho me trouxe aos meus primeiros shows, o que é – isso sempre viverá em meu coração como uma memória fantástica. Tanto os pais ou vice-versa, você consegue ver essa conexão e há uma conexão entre duas gerações da qual estou muito grato por fazer parte.”

Marcio Machado

Formado em História pela Universidade Estadual de Minas Gerais. Fundador e editor do Confere Só, que começou como um perfil do instagram em 2020, para em 2022 se expandir para um site. Ouvinte de rock/metal desde os 15 anos, nunca foi suficiente só ouvir aquela música, mas era preciso debater sobre, destrinchar a obra, daí surgiu a vontade de escrever que foi crescendo e chegando a lugares como o Whiplash, Headbangers Brasil, Headbangers News, 80 Minutos, Gaveta de Bagunças e outros, até ter sua própria casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.