Kavla lança videoclipe de ‘Quem Vai Dizer a Verdade’, faixa com crítica aos sanguessugas de nossa sociedade

A banda Kavla está lançando uma música provocativa e impactante intitulada “Quem Vai Dizer a Verdade”, que lança luz sobre as complexidades e desafios enfrentados pela sociedade contemporânea devido à atuação política. Com uma sonoridade única e letras inteligentes, o Kavla entrega uma crítica perspicaz aos políticos e à dinâmica do poder. O videoclipe foi dirigido novamente por Daniel Mazza, que retratou perfeitamente a temática. Formado por Sandro Silva (guitarra), Fábio Silva (guitarra), Allan Ortona (vocal), Dill Ferrari (bateria), Marcelo Eiger (baixo) e Erick Scaryus (teclados), a banda paulistana volta com música em português e novo álbum de estúdio para 2024.

Assista o videoclipe de ”Quem Vai Dizer a Verdade”https://youtu.be/TU_NCT1Ijok?si=QqsSjG1wvt6mq4sU

Sobre a música:

“Quem Vai Dizer a Verdade” é uma composição que transcende as barreiras musicais convencionais, fundindo elementos para criar uma experiência auditiva cativante. A faixa não apenas empolga musicalmente, mas também destaca a habilidade do Kavla em articular de forma envolvente suas observações sobre o cenário político contemporâneo. É um verdadeiro incentivo atemporal ao povo brasileiro a não se acomodar com a situação política do país”, explica o baixista Marcelo Eiger.

Letras que desafiam:

A letra de “Quem vai dizer a verdade?” é uma afronta direta ao status quo, oferecendo uma visão crítica e mordaz sobre as práticas políticas. Kavla não hesita em questionar as decisões dos líderes, apontando falhas e desafiando os ouvintes a refletirem sobre o papel crucial que a política desempenha em suas vidas.

“O processo de composição desse álbum foi muito divertido e ao mesmo tempo muito desafiador… Depois do Dream or Reality, um álbum bem hard rock, e do Impersonal World e do Surreal, dois álbuns bem mais pesados, achamos que a melhor coisa a se fazer era deixar fluir… e foi o que fizemos… as ideias das músicas foram trazidas para os ensaios e compusemos as músicas junto com a banda, inclusive a mudança de idioma foi parte desse processo de deixar fluir. As vozes guias foram compostas espontaneamente em português, e quando vimos, já estávamos com as letras encaminhadas desta forma… foi um processo natural e realmente espontâneo”, explicou o guitarrista Fábio Silva.

Sobre o Kavla:

Fundada em agosto de 1992 pelos talentosos irmãos Fábio Silva e Sandro Silva, juntamente com Marcos Vinny, Gerson Grecco e Venícius Jr., o Kavla rapidamente se destacou como uma força a ser reconhecida no panorama do Metal brasileiro durante a década de 90. Inspirados por ícones como Van Halen, Whitesnake, Dio e Iron Maiden, o grupo cativou fãs com um Hard Rock/Heavy Metal autêntico e cheio de personalidade.

O marco inicial se deu em 1993 com o lançamento da Demo “Man Enough to Cry”, apresentando a faixa-título que se tornaria um dos maiores hits da banda. Após performances memoráveis nos principais bares e teatros de São Paulo, o Kavla conquistou seu espaço ao dividir palcos com nomes como Viper, Angra, Anjos da Noite, Rata Blanca (Argentina), Gamma Ray, entre outros.

O ano de 1995 marcou um passo ousado, quando a banda entrou em estúdio para gravar seu álbum de estreia, “Dream or Reality”, produzido por Átila Ardanuy e enriquecido por participações especiais de Kiko Loureiro, Luiz De Boni e Fernando Fernandes. O álbum não apenas consolidou o Kavla no cenário nacional, mas também resultou em um grandioso show de lançamento no Aeroanta, em São Paulo.

Em 1997, o Kavla foi escolhido para abrir o espetáculo da banda alemã Gamma Ray, conquistando uma audiência de mais de 3.500 pessoas no Teatro dos Vampiros, em São Paulo com participação ao vivo de Kiko Loureiro na balada “Wild Soul”. Com mais de 150 shows na bagagem, o videoclipe de “Every Day, Every Night” consolidou a presença da banda na mídia especializada, tornando-se um sucesso nas rádios e revistas especializadas.

Entretanto, em 1998, motivos pessoais levaram à pausa nas atividades do Kavla, permanecendo inativo até meados de 2004. Em agosto daquele ano, os irmãos Fábio e Sandro Silva retomaram, juntamente com o novo baixista Marcelo Eiger, a jornada musical com uma nova formação, dando origem ao EP “Impersonal World” em 2005.

O EP, produzido por Fábio Ribeiro, mostrou um Kavla mais maduro e técnico, com composições mais pesadas e diretas. A banda teve também nesta época a participação da talentosa baterista Nina Pará. O retorno aos palcos foi triunfante, incluindo participações em eventos importantes e a abertura para a banda holandesa After Forever, tocando para mais de 2.500 pessoas no Cie Hall, em São Paulo.

Em 2008 a Kavla gravou e lançou (apenas disponível no Spotify) o seu segundo disco chamado “Surreal” que teve as participações, nada mais nada menos, de Edu Ardanuy (Sinistra, Ex- Dr.Sin) na música “Runnin´from Falling” (baita solo do Edu por sinal) e o próprio produtor Thiago Bianchi nos vocais na música “No Answers”, ouçam por lá.

Atualmente, o Kavla já tem o novo álbum “Intenso” gravado com o renomado produtor Thiago Bianchi (Noturnall), visando o lançamento do terceiro álbum oficial no primeiro semestre de 2024. Este novo capítulo promete ser uma celebração da resiliência e da evolução musical do Kavla, reafirmando seu lugar de destaque no cenário do Heavy Metal brasileiro.

Marcio Machado

Formado em História pela Universidade Estadual de Minas Gerais. Fundador e editor do Confere Só, que começou como um perfil do instagram em 2020, para em 2022 se expandir para um site. Ouvinte de rock/metal desde os 15 anos, nunca foi suficiente só ouvir aquela música, mas era preciso debater sobre, destrinchar a obra, daí surgiu a vontade de escrever que foi crescendo e chegando a lugares como o Whiplash, Headbangers Brasil, Headbangers News, 80 Minutos, Gaveta de Bagunças e outros, até ter sua própria casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.