Mike Shinoda explica como Rage Against the Machine inspirou uma das grandes músicas do Linkin Park

Mike Shinoda falou com The Allison Hagendorf, onde ele contou como o Rage Against the Machine, inspirou uma das maiores faixas do Linkin Park.

Ele descreve a conversa com Chester Bennington sobre como colocar algo de “Rage” na música “One Step Closer” conforme transcrito pela Metal Hammer:

“Chester e eu estávamos na sala, tentando descobrir isso, e eu disse a ele: ‘O que você acha de apenas dizer: ‘Cale a boca! Ele estava tipo, ‘Só dizendo isso?’ e eu disse, ‘Não, você poderia gritar, mas só isso, nada mais. Você conhece aquela música do Rage Against The Machine, ‘Foda-se, não farei o que você me diz!’ [ se referindo a Killing in the Name]? Assim!’ E ele disse, ‘Oh! Isso vai ser ótimo! Ele estava tipo, ‘Estou animado! Vamos fazer isso!’ 

Foi aquela parte do Rage. Essa parte do Rage é tão icônica, e eu quero fazer algo assim quando tocarmos no The Roxy; as pessoas vão destruir o lugar.’ Ele disse, ‘Essa é a parte’, e nós dois soubemos imediatamente que essa era a melhor parte da música, seria incrível. Ele gritou em um monte de coisas, mas ainda não tinha feito isso naquela música. … Dissemos a Don [Gilmore, produtor do Hybrid Theory], entramos e pensamos: ‘Encerre isso. Aquela coisa de guitarra que vocês estão fazendo? Pare. Ligue o microfone, você tem que ouvir essa coisa.’

Colocamos Chester no microfone e o primeiro take… não sei se mantivemos o primeiro take, mas o primeiro take foi exatamente o que sentimos quando você ouve a música, e Don surtou! Ele estava correndo pela sala.”

A música alcançou a septuagésima quinta posição na Billboard Hot 100 dos Estados Unidos e ganhou um vídeo dirigido por Gregory Dark. No disco “Reanimation”, ela ganhou uma versão com um novo nome, “1stp Klosr“, que contou com a participação de Jonathan Davis do Korn.

Marcio Machado

Formado em História pela Universidade Estadual de Minas Gerais. Fundador e editor do Confere Só, que começou como um perfil do instagram em 2020, para em 2022 se expandir para um site. Ouvinte de rock/metal desde os 15 anos, nunca foi suficiente só ouvir aquela música, mas era preciso debater sobre, destrinchar a obra, daí surgiu a vontade de escrever que foi crescendo e chegando a lugares como o Whiplash, Headbangers Brasil, Headbangers News, 80 Minutos, Gaveta de Bagunças e outros, até ter sua própria casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.