Nuno Bettencourt diz que “Neil Peart não conseguiria tocar músicas do AC/DC como Phil Rudd”

Nuno Bettencourt, guitarrista do Extreme, em participação no Q1043 em Nova Iorque, sobre as diferenças entre bandas do mundo da música pesada e as diferentes formas de se fazer essa música. Ele diz:

“Eles estão em uma arena, os espaços são enormes – é o poder dentro dos espaços e o poder dentro disso que impulsiona tudo. E o baterista Phil Rudd não é Neil Peart, mas Neil Peart provavelmente não conseguiria tocar aquelas músicas como Phil Rudd faz.”

Na sequência, ele enfatiza:

“Sempre tenho problemas quando digo essas coisas. Como o que eu disse sobre Slash tocando coisas de Rihanna, as pessoas pensam que estou dizendo que Slash não poderia tocar o que eu toquei com Rihanna. Não. As pessoas pensam que estou dizendo agora que Neil não poderia tocar uma música do AC/DC. Não. Não é isso que estou dizendo.

O que estou dizendo é que se você perguntar aos dois artistas ou mesmo perguntar a um Slash ou perguntar a Neil Peart sobre um músico mais simples… Posso tocar um solo de Angus Young – posso aprender literalmente. Mas você acha que posso fazer com que pareça assim? E torná-lo tão atrevido quanto sua personalidade? Não na porra da minha vida.”

A entrevista completa pode ser vista abaixo.

Marcio Machado

Formado em História pela Universidade Estadual de Minas Gerais. Fundador e editor do Confere Só, que começou como um perfil do instagram em 2020, para em 2022 se expandir para um site. Ouvinte de rock/metal desde os 15 anos, nunca foi suficiente só ouvir aquela música, mas era preciso debater sobre, destrinchar a obra, daí surgiu a vontade de escrever que foi crescendo e chegando a lugares como o Whiplash, Headbangers Brasil, Headbangers News, 80 Minutos, Gaveta de Bagunças e outros, até ter sua própria casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.