Red Hot Chili Peppers odiou Chad Smith no início e produtor explica porque

Hoje, é difícil pensar no Red Hot Chili Peppers sem o seu baterista Chad Smith, mas nem sempre foi assim.

Rick Beihorn, produtor de um período da banda, explicou o porque da reação negativa quando o batera foi testar sua posição, que chegou a ser chamado de “idiota”:

Então, no último dia, quase terminamos. Apenas sentado em um mal-estar. E o último baterista chega, um cara grande olhando ao redor como se fosse o dono do lugar. E todos nós o odiamos imediatamente. Todo mundo apenas olha para ele e diz ‘Esse maldito cara. Que idiota! Parece que ele pertence a uma banda de metal.‘”

Porém, foi Chad tocar uma primeira nota e as coisas mudaram:

“O cara se senta diante da bateria. E desde o primeiro hit eu pensei, ‘Oh meu Deus!’ E ele também é jovem. Ele fica tipo, sim, enquanto está tocando. Ele é tão cômico. Mas ele era tão bom! E aconteceu algo naquela sala que só experimentei algumas vezes na minha vida. Literalmente parecia que algum portal de energia se abriu.”

Em 2018, John Frusciante disse ao RHCP Live sobre Chad Smith e sua primeira impressão:

Chad entrou e tinha uma camisa do Metallica e seu cabelo estava todo crespo. Eu apenas pensei: ‘Ah, vamos tirar esse cara daqui’”

Chad entrou e de repente estava nos carregando. Ele estava apenas acelerando e gritando ‘foda-se’ para todos nós.”

A entrevista de Beihorn pode ser visto abaixo.

Marcio Machado

Formado em História pela Universidade Estadual de Minas Gerais. Fundador e editor do Confere Só, que começou como um perfil do instagram em 2020, para em 2022 se expandir para um site. Ouvinte de rock/metal desde os 15 anos, nunca foi suficiente só ouvir aquela música, mas era preciso debater sobre, destrinchar a obra, daí surgiu a vontade de escrever que foi crescendo e chegando a lugares como o Whiplash, Headbangers Brasil, Headbangers News, 80 Minutos, Gaveta de Bagunças e outros, até ter sua própria casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.