Baixista do Children of Bodom diz que “era preciso ter o número do necrotério” de cada cidade em tours do Children of Bodom por conta de Alexi Laiho

Em conversa com a Metal Hammer, o ex baixista do Children of Bodom, Henkka Seppälä, contou como a agente de viagem da banda em 2019 tinha que ter o número dos necrotérios de cada cidade que a banda passava naquele período por conta do vício agravado de Alexi Laiho com o álcool.

Ele relata sobre a volta da lua de mel que o guitarrista e vocalista passou na Austrália:

Ele sempre foi um cara magro, mas agora havia perdido tanto peso que parecia um esqueleto. Ele tentava tocar guitarra, mas não conseguia tocar nada. Não sabíamos o que diabos fazer.

Tivemos uma espécie de intervenção no final da turnê [ Hexed ], e Alexi ficou muito bravo conosco. Dissemos a ele que as coisas não poderiam continuar assim. Ele estava tão mal que nosso gerente de turnê precisava ter o número do necrotério de cada cidade, caso acordássemos e o encontrássemos morto em seu beliche. 2019 foi um show de merda.”

Mesmo com a saúde debilitada de Alexi, o Children of Bodom conseguiu cumprir seus compromissos de turnê. Então, em novembro, veio o anúncio de que Jaska, Henkaa e Janne estavam de saída:

Você sempre se pergunta se poderia ter feito algo para evitar o que aconteceu com Alexi”, diz Henkaa. “Se eu tivesse falado mais com ele… tanto faz. Mas sabendo o quão teimoso Alexi era, acho que ele não teria me ouvido de qualquer maneira e provavelmente simplesmente me expulsaria.”

Em 4 de janeiro de 2021, foi anunciada a morte de Laiho.

Marcio Machado

Formado em História pela Universidade Estadual de Minas Gerais. Fundador e editor do Confere Só, que começou como um perfil do instagram em 2020, para em 2022 se expandir para um site. Ouvinte de rock/metal desde os 15 anos, nunca foi suficiente só ouvir aquela música, mas era preciso debater sobre, destrinchar a obra, daí surgiu a vontade de escrever que foi crescendo e chegando a lugares como o Whiplash, Headbangers Brasil, Headbangers News, 80 Minutos, Gaveta de Bagunças e outros, até ter sua própria casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.