Mike Mangini não teve “aviso prévio” sobre retorno de Portnoy ao Dream Theater

Mike Mangini conversou com Chris Akin Presents…, onde ele falou sobre como foi receber a notícia do retorno de Mike Portnoy ao Dream Theater, e o baterista diz que tudo “foi de imediato, sem aviso prévio”. Ele diz:

“Imediato. Mas é como… Então o peixe sai da água, é imediato, mas o peixe estava nadando por um tempo. Onde estava o peixe? Tanto faz.

A razão pela qual foi fácil lidar com isso – muito fácil, na verdade – eu estava tipo, ‘Oh, ok. Sim. Sim. O cara original de volta à banda.’ Entendi, entendi. E não precisei passar por um menu suspenso; não precisei fazer isso. Foi só olhar para ele e dizer: ‘Ok.’ E além disso, não sei se foi intuitivo, instintivo ou intelectual… mas deixei tantas coisas em cima da mesa durante tantos anos – a publicação de mais livros, as aulas que quero dar, a interação que o meu próprio autodesenvolvimento vem em grande parte do fato de eu ter que ensinar e falar sobre isso com as pessoas. Em algum momento, quero dizer, vejo o quadro completo, a grade, e sei o que não posso fazer, e isso me inspira.

Mas, de qualquer forma, a resposta à sua pergunta é: recebi uma ligação, entendi a ligação e disse: ‘Ok, vamos fazer uma declaração conjunta. E então, no dia seguinte, eu disse, ‘Ok’. Estou tomando café e, literalmente, no meu think tank, olhando minha lista e pensando: ‘Como vou concluir esse trabalho agora? Preciso consertar isso ou fazer aquilo. Tenho muito que fazer. ‘ As instalações do meu estúdio estavam em construção, havia coisas que precisavam ser consertadas. Eu estava tipo, ‘Deixe-me deixar todas essas coisas acontecerem, respirar e terminar essas coisas.’ Então essa era a minha mentalidade. Não posso dizer nada diferente porque era isso.”

Mangini foi questionado como ele se controlou emocionalmente ao receber a notícia de que estaria perdendo o posto para o retorno do baterista original. Ele responde:

“Bem, porque não sei se esse é o quadro completo. Não sei se foi isso que aconteceu de fato. E nem me permito pensar nisso. As pessoas decidem as coisas e eu respeito isso. É só isso. é o que é.”

A entrevista completa pode ser vista abaixo.

Marcio Machado

Formado em História pela Universidade Estadual de Minas Gerais. Fundador e editor do Confere Só, que começou como um perfil do instagram em 2020, para em 2022 se expandir para um site. Ouvinte de rock/metal desde os 15 anos, nunca foi suficiente só ouvir aquela música, mas era preciso debater sobre, destrinchar a obra, daí surgiu a vontade de escrever que foi crescendo e chegando a lugares como o Whiplash, Headbangers Brasil, Headbangers News, 80 Minutos, Gaveta de Bagunças e outros, até ter sua própria casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.