Resenha: Fifth Angel – “When Angels Kill”

O Fifth Angel trilha sua jornada desde meados dos anos 80, e construiu uma caminhada que já passou até mesmo por encerramento das atividades.

Com o retorno em 2010, o grupo vem entregando a seus fãs matérias dentro do power metal com tudo que se tem direito, e não é diferente em seu novo disco, “When Angels Kill“, que chega pela Nuclear Blast Records e é trazido ao Brasil pela Shinigami Records.

O disco apresenta 70 minutos, dividido em 9 faixas, como a longa “Ashes to Ashes“, que passeia durante sete minutos, ou “The End of Everything” e seus impressionantes e exagerados 13 minutos. Já a faixa título acerta nos elementos do power, e traz o novo vocalista Steven Carson mostrando o porquê dele assumir a vaga. O metal mais tradicional também acha seu lugar na poderosa “We Are Immortal“, que encarna uma fase do Judas Priest e “Light in the Sky” vai tirar sorrisos dos fãs do Primal Fear.

A atual formação do Fifith Angel mostra a imagem de umas das mais sólidas que a banda teve e eles entregam um material coeso e potente dentro da sua proposta. Se você é fã de power ou o heavy metal tradicionais, certamente esse registro merece sua atenção.

NOTA: 7

 

Marcio Machado

Formado em História pela Universidade Estadual de Minas Gerais. Fundador e editor do Confere Só, que começou como um perfil do instagram em 2020, para em 2022 se expandir para um site. Ouvinte de rock/metal desde os 15 anos, nunca foi suficiente só ouvir aquela música, mas era preciso debater sobre, destrinchar a obra, daí surgiu a vontade de escrever que foi crescendo e chegando a lugares como o Whiplash, Headbangers Brasil, Headbangers News, 80 Minutos, Gaveta de Bagunças e outros, até ter sua própria casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.